Dados Contados – RTP Europa Minha

Infelizmente, não é raro ver na comunicação social informação quantitativa de fonte duvidosa e representada de forma errónea ou, pior, propositadamente enganadora. A rubrica Dados Contados, um segmento do programa Europa Minha, é um projecto do CEAUL em parceria com a RTP que pretende fazer uso de informação numérica e estatística para informar a sociedade civil sobre questões europeias.

Em particular o foco é na posição de Portugal em comparação com a Europa através de um conjunto de indicadores estatísticos obtidos a partir de fontes fidedignas e apresentados com sensibilidade e bom senso do ponto de vista numérico.

Este projeto surge como natural consequência da responsabilidade social do CEAUL e da nossa consciência de que a cidadania plena só pode ser exercida no século XXI por quem detenha uma razoável literacia estatística. Com o primeiro episódio a ter ido para o ar a 2 de abril de 2021, esperamos que a este se juntem muitos mais. Apresentamos aqui a lista de todos os temas já abordados.

Episódio Recente

Portugal é o país europeu onde menos pessoas LGBTI+ dizem ter sido vítimas de violência nos últimos 5 anos: 5%. Mas um terço dos europeus que se identificam como LGBTI+ evitam dar as mãos em público, principalmente em sítios públicos como parques, ruas e transportes coletivos.

Aquisição de dados: Iúri Correia e Maria Zacarias

Revisão Científica: Fernanda Diamantino e Soraia Pereira

Episódios

2 de abril de 2021

Para quase dois milhões de portugueses, é difícil aquecer a casa no inverno ou arrefecê-la no verão. Mais do que frio e calor, o que determina a pobreza energética é a falta de eficiência energética das casas e o contraste entre o preço da eletricidade e o poder de compra.

 

9 de abril de 2021

Menos 530 milhões de bilhetes de cinema, menos 70% das receitas dos museus. Menos mil milhões de passageiros na União Europeia, menos 40 milhões de reservas em hotéis só em Portugal. O impacto da pandemia foi duro nos setores da cultura e turismo.

 

16 de abril de 2021

A União Europeia tem menos de 6% da população mundial. A previsão das Nações Unidas aponta para menos 100 milhões de pessoas até ao final do século, mas a tendência internacional é de crescimento: até 2100, conta-se que haja mais 3 mil milhões de pessoas no planeta.

23 de abril de 2021

Em 2020, a União Europeia recebeu menos 200 mil requerimentos de asilo. Desde 2014 que não havia tão poucos pedidos de ajuda. Ainda assim, quase meio milhão de refugiados recorreram à UE pela primeira vez.

Aquisição de dados: Carolina Marques

Revisão Científica: Marta Rufino e Tiago Marques

Aquisição de dados: Carolina Marques

Revisão Científica: Lisete Sousa e Saghir Bashir

Aquisição de dados: Raquel Correia

Revisão Científica: Saghir Bashir e Tiago Marques

Aquisição de dados: Afonso Barrocal

Revisão Científica: Lisete Sousa e Soraia Pereira

30 de abril de 2021
Quase um quarto das mulheres europeias são pobres. Tanto em Portugal como na União Europeia, são mais as mulheres que os homens a enfrentar risco de pobreza. A desigualdade é maior na população idosa. Ao longo da vida, surge ainda a pobreza menstrual.

Aquisição de dados: Carolina Pestana e Maria Zacarias

Revisão Científica: Luzia Gonçalves e Fernanda Diamantino

7 de maio de 2021

Dois terços dos europeus têm casa própria: são 311 milhões de proprietários na União Europeia. Apenas um terço aluga casa. É a tendência mais comum em todos os Estados-membros, incluindo Portugal. A Alemanha é a única exceção, com 49% da população a viver numa casa arredada.

Aquisição de dados: Luísa Fraga e Beatriz Tempero

Revisão Científica: Ricardo São João e Marta Rufino

14 de maio de 2021
Vivem 22 milhões de imigrantes na União Europeia, de uma população total de 445 milhões de pessoas. A Alemanha é o Estado-membro com maior número de habitantes nascidos fora da União. Portugal tem 400 mil imigrantes.

Aquisição de dados: Afonso Barrocal

Revisão Científica: Soraia Pereira e Lisete Sousa

21 de maio de 2021

Metade dos países da Europa têm boa qualidade de ar. A outra metade, excede os limites da Organização Mundial de Saúde para a quantidade de partículas poluentes no ar. A Bulgária é o país da União Europeia o ar mais poluído. Na Suécia, é onde se respira melhor.

Aquisição de dados: Iúri Correia

Revisão Científica: Rui Martins e Tiago Marques

28 de maio de 2021
Em 2020, foram cometidos 22 076 cibercrimes em Portugal. Apenas 7,4% dos crimes registados no país. Apesar de ter aumentado 22% em relação ao ano anterior, o aumento de 2018 para 2019 foi ainda maior: 62,7%.

Aquisição de dados: Carina Silva

Revisão Científica: Carina Silva

4 de junho de 2021
Se os países europeus percorrerem o caminho da igualdade salarial ao ritmo a que têm avançado, só daqui a 83 anos é que a média das mulheres europeias vai ganhar o mesmo salário que os homens. Na disparidade de rendimentos a segregação profissional justifica até um terço das desigualdades.

Aquisição de dados: Carlota Teles, Carolina Pestana e Maria Zacarias

Revisão Científica: Fernanda Diamantino e Ricardo São João

11 de junho de 2021
Todos os países da União Europeia têm de assegurar, pelo menos, 4 meses de licença parental paga. A Suécia é o país mais generoso: tem quase dois anos de licença e aplica a chamada “quota do pai”, uma das estratégias para combater a desigualdade salarial.

Aquisição de dados: Carolina Marques

Revisão Científica: Tiago Marques e Lisete Sousa

18 de junho de 2021

Todos os anos, são abatidos 10 milhões de hectares de floresta no planeta. Mesmo depois da replantação, todos os dias desaparece uma floresta equivalente à área da capital francesa, Paris.
A União Europeia é um dos maiores importadores de produtos que alimentam o abate de árvores: soja, óleo de palma, carne de vaca e madeira.

Aquisição de dados: Rita Marcelino Revisão Científica: Tiago Marques e Soraia Pereira
25 de junho de 2021
84 milhões de europeus têm problemas relacionados com a saúde mental. É o equivalente a uma em cada seis pessoas. A pandemia agravou a situação e a ansiedade subiu principalmente entre os jovens adultos.

Aquisição de dados: Tiago Marques

Revisão Científica: Marta Rufino

2 de julho de 2021
Todos os anos, a União Europeia perde 904 mil milhões de euros por causa da corrupção. Itália é o Estado-membro com o maior prejuízo, seguida de França e Alemanha. Portugal perde anualmente 18 mil e 200 milhões de euros. É o equivalente a 10 vezes o orçamento da Justiça e mais de metade do orçamento da Saúde.

Aquisição de dados: Iúri Correia e Luísa Fraga Dornellas

Revisão Científica: Ricardo São João e Luzia Gonçalves

9 de julho de 2021
35 milhões de cidadãos europeus usam a bicicleta como principal meio de transporte. O equivalente a 8% da população europeia. Nos Países Baixos, são quase tantos os ciclistas, como os automobilistas: cerca de 40%. Em Portugal, não chegam a 1%.

Aquisição de dados: Carolina Marques

Revisão Científica: Fernando Diamantino e Marta Rufino

9 de julho de 2021
14 milhões e 810 mil pessoas estão, nesta altura, sem emprego na União Europeia: quase mais 900 mil pessoas que há um ano. Desde maio de 2020 que o desemprego aumentou em 13 Estados-membros. A Irlanda registou a maior subida com mais 52% de desempregados. Em Portugal, o desemprego aumentou 26% de um ano para o outro. Em 14 dos países da União, pelo contrário, o desemprego caiu. Na Lituânia, há agora menos 27% de desempregados.

Aquisição de dados: Clara Cordeiro

Revisão Científica: Rui Martins

23 de julho de 2021
Portugal é o país europeu onde menos pessoas LGBTI+ dizem ter sido vítimas de violência nos últimos 5 anos: 5%. Mas um terço dos europeus que se identificam como LGBTI+ evitam dar as mãos em público, principalmente em sítios públicos como parques, ruas e transportes coletivos.
Aquisição de dados: Iúri Correia e Maria Zacarias Revisão Científica: Fernanda Diamantino e Soraia Pereira

Ficha Técnica

Coordenação Científica:
  • Lisete Sousa
  • Marta Rufino
  • Rui Martins
  • Saghir Bashir
  • Soraia Pereira
  • Tiago Marques

Coordenação Técnica:

  • Carolina Marques (Aquisição de Dados)
  • Raquel Correia (Gestão do Projeto)
Revisão Científica:
  • Fernanda Diamantino
  • Lisete Sousa
  • Luzia Gonçalves
  • Marília Antunes
  • Marta Rufino
  • Ricardo São João
  • Rui Martins
  • Saghir Bashir
  • Soraia Pereira
  • Tiago Marques